Blog do Rodrigo Sacramento na Grécia

outubro 19, 2009

Visitando a afilhada!

Acordamos cedo e fomos visitar os familiares do Epá. Para não variar, o sol estava de rachar o cucuruto, mas tomamos coragem e partimos para mais uma volta pela ilha. Olha o ânimo do Pínakas:

Pínakas esperando o papai

Pínakas esperando o papai

Abandonamos isso aqui:

Gagou beach

Gagou beach

Encontramos o primo do Epá e toda a família. De lá fomos para o restaurante Kutsi, que fica sob um plátano gigante. Vou mostrar a foto de todo mundo depois.

Restaurante Kutsi - Samos

Restaurante Kutsi - Samos

Aqui a vista da entrada do restaurante. Na verdade é uma ladeira, que começa sob a placa da foto de cima.

Vista da entrada

Vista da entrada

Essa árvore do meio é a que estende sua copa sobre todo o restaurante. Apesar do sol, sob a árvore é tão fresquinho que chega a fazer frio quando bate uma brisa mais forte.

Pelo fato de ser uma encosta, creio que o ar está sempre em movimento ali, e ainda há um pequeno curso de água que foi surrupiado pelos donos do restaurante:

Fonte d'água

Fonte d'água

Essa água é uma delícia, e é tão gelada que até me doeram os dentes. Não, não é água de degelo, pq em Samos não há montanhas com picos gelados (o que não exclui a existência  de outras coisas com suas regiões geladas). Quando eu contar o passeio ao Pitagório vcs vão ver que coisas geladas abundam em Samos.

Almoçamos polvo e carne de porco. A comida estava ótima. Ficamos 2 horas lá. De novo eles conversaram sobre o Bóson de Higgs e sobre a conferência de Bretton Woods. Ou seja, não entendi nádegas. O fato de terem usado o grego como língua também contribuiu para isso.

Vamos lá, da esquerda para a direita, no sentido horário de relógio de ponteiros:

Foto de todos os almoçantes (exceto, claro, eu)

Foto de todos os almoçantes (exceto, claro, eu)

Epá, Anakreon, Irmã do Anakreon e mãe do Leonidas, que é o seguinte, a esposa dele com a filha (qual o nome delas mesmo?) e a irmã dela.

Esse Leonidas é primo do Epá. A mãe dele é essa da ponta da mesa, que é irmã do Anakreon (salvo engano). Ele casou com uma finlandesa e mora na Suécia, ou casou com uma Sueca e mora na Finlândia, vc escolhe.

A filha deles precisava ser batizada, e ele chamou o Epá para ser o padrinho. Preferiram fazer tudo em Samos pq é a ilha de toda a família, apesar de todos estarem morando em Atenas atualmente (exceto o casal, que mora na Noruega, como eu já havia dito).

Esse almoço foi mais para ser apenas um encontro mesmo, pois o batizado seria apenas no dia seguinte. Eles chegaram da casa deles na Dinamarca no dia anterior, então estavam meio cansados. Eles voltaram para casa (em Samos, não a da Suíça) para descansarem, pois o batizado seria no dia seguinte.

Como eu já disse, as moças são Tchecas. Falam tão bem o grego quanto eu. No inglês até conseguimos uma conversa razoável. Discutimos sobre o protocolo de Kyoto e sobre o mal de Minamata, até sermos interrompidos por fezes.

Elas trocaram a fralda da bebê, eu paguei a conta, quebrei os pratos, mijei no gato e fomos embora. Eles foram para a casa deles (em Samos, não a da Rússia) e eu, Epá e mr. Anakreon fomos dar outra volta pela ilha, e passamos por aqui:

Vista da pista

Vista da pista

É isso mesmo! Nada!

Foi o Anakreon que mandou eu tirar essa foto. Quando eu voltar lá eu entendo o porquê.

Demos uma rápida passada em uma praia, tomamos umas 40 cervejas, 12 usos e 3 metaxa:

Drogba

Drogba

No hotel, quando fomos jantar, vi uma mulher ao longe em contraste com o ocaso. Olha que legal:

Vista do restaurante do Gagou Hotel

Vista do restaurante do Gagou Hotel

20:31 de 3/7/2009

20:31 de 3/7/2009

Fomos dormir pq o dia seguinte seria o do batismo.

Náite!

Anúncios

outubro 7, 2009

Praia do restaurante

A praia já é um espetáculo. E olha que só vimos uma pessoa curtindo o sol, e era moradora de um dos apartamentos de lá. Fomos almoçar por ali acho que 3x, nesse restaurante:

Restaurante com o toldo azul-esverdeado

Restaurante com o toldo azul-esverdeado

A comida era ótima. Eles pediam uma gororoba de miolo de pão com alho que era uma delícia. O polvo era especialmente excepcional também.

Mas a curtição era jogar pão para os peixes. Filmei, mas não ficou legal:

Peixes comendo o pão

Peixes comendo o pão

A ideia original era que ficássemos nessa praia, mas ainda bem que algo aconteceu e fomos para o Gagou. Lá tem mais estrutura. Mas mesmo assim essa praia é o bicho.

Não mergulhamos, eu mesmo nem levei sunga. Era mais para almoçar mesmo. Em outro dia voltamos e nadei um pouco. A água estava ótima, límpida como em todas as praias de Samos.

Daí fomos para o hotel. Eu, como de costume, estava sem dormir direito há alguns dias, então fiquei no quarto dormindo enquanto os dois foram passear.

O próximo post é só com esse passeio deles.

Quando voltaram, peguei a câmera e tirei algumas fotos do pôr-do-sol. Aqui a melhor:

Pôr-do-sol em Gagou beach

Pôr-do-sol em Gagou beach

julho 10, 2009

Daniel Caetano & Fernanda! Também Atenas 29_6.

Filed under: Viagem para a Grécia — Tags:, , , , , , , , — r2s2 @ 1:18 pm
Antes de tudo: Daniel Caetano e Fernanda, parabéns! Pena não poder estar presente ao seu casamento hoje, mas torço de coração para que vcs sejam muito felizes! Bom casamento e feliz vida juntos! Quando retronar nos encontraremos. Abraços aos dois.

Vou retomar de trás para frente o blog. Como não escrevi dos últimos 3 dias em Atenas antes de irmos a Samos, é daí que vou retomar.

Bom, teremos o mesmo problema de antes. Como se passaram vários dias, não lembrarei de algumas coisas. Além disso, pelo quantidaade de informação e o pouco tempo que tenho para escrever, talvez fique meio atropelado o assunto, mas vamos lá.

Nosso passeio ao centro histórico de Atenas durou 3 dias, mas vou contar como se fosse só um. Primeiro visitamos as ruínas ao redor do Monastiraki. A primeira delas é a biblioteca de Adriano (sim, aquele mesmo que já citei umas 5x):

Esquema da biblioteca

Esquema da biblioteca

Só sobraram 4 colunas da entrada:

4 colunas da entrada da biblioteca

4 colunas da entrada da biblioteca

Logo ao lado dela há uma entrada para o complexo do centro, que engloba inclusive essa biblioteca. Compramos uma entrada (12 euros, vale por 4 dias e pode-se visitar 5 pontos, dos quais já havíamos visitado 2 antes). Logo no começo já temos essa vista da Acrópole ao alto e de um museu à esquerda:

Dentro do complexo

Dentro do complexo

A verdadeira ágora de Atenas era aqui. Aqui que Sócrates discursava e aliciava jovens. Aqui q ele quase desonrou Alcebíades (não a contragosto). Aqui que ele foi sofista e depois sofista disfarçado. Deve ter sido aqui que ele conheceu Platão, que foi para ele o que Paulo foi para Jesus.

De cara já dá pra ver o templo de Hefestos, o deus da metalurgia, casado com a Afrodite, aquela mesmo que só andava de peitos de fora e dava uns pegas em geral, como Zeus, Ares e até Apolo. Bom, o templo dele é o mais bem preservado de toda a Grécia, apesar de ser um dos menos citados:

Templo e Hefestos

Templo e Hefestos

Colunas do templo

Colunas do templo

 

Detalhes Detalhes

Saindo de lá, adivinha quem encontramos? Sim, ele mesmo:

Adriano

Adriano

No caminho de volta para casa passamos por essa estátua de Péricles de Atenas:

Péricles de Atenas

Péricles de Atenas

Ele foi fundamental para o desenvolvimento do estado grego antigo, bem como para a democracia ateniense,’por conseguinte a romana e quiçá a mundial! Ele é quase um José Sarney da antiguidade! (sim, fui irônico)

Bom do museu que citei anteriormente temos uma visão melhor do templo de Hefestos:

Templo de Hefestos

Templo de Hefestos

Eu não sei o que ele era antigamente, mas agora é abrigo para alguns pouca-telha:

Corredor do Museu

Corredor do Museu

Olha a expressão e o detalhe do olho dessa estátua de Sócrates, irmão do Raí:

Olhos

Olhos

De lá fomos visitar a Acrópole, a parte alta da antiga cidade, centro político e administrativo e que servia de refúgio em tempos de guerra. Na frente da subida para a Acrópole há uma pedra imensa onde as pessoas sobem para contemplar a paisagem, tirar fotos, sentir o ar fresco e fumar maconha. O doa era de São Pedro e São Paulo, por isso estava ocorrendo uma espécie de missa ao pé dessa pedra:

Entrada da pedra

Entrada da pedra

 

Acróple vista da pedra

Acróple vista da pedra

Passamos tb pelo teatro de Dionísio, mas não entramos pq estavam preparando uma orgia dionísica lá:

Teatro de Dionísio

Teatro de Dionísio

De lá dá pra ver o novo museu que visitamos no último dia antes de Samos:

Novo museu de Atenas

Novo museu de Atenas

Bom, a entrada da Acrópole é assim:

Entrada

Entrada

Eles reformaram uma parte para ficar mais parecido com o original e poderem recolocar partes que de outra forma ficariam separadas:

Colunas restauradas

Colunas restauradas

Bom, vou mandar esse post daqui e depois mando outro com a visita à Acrópole mesmo, inclusive o Parthenon.

Older Posts »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.