Blog do Rodrigo Sacramento na Grécia

junho 17, 2009

Bísso, tira esta porcaria daqui q não quero pôra ninhúma.

Filed under: Uncategorized — r2s2 @ 9:06 pm

Bom, mais um dia de praia aqui em Atenas. Mas de manhã fomos ao Likavitós, uma espécie de mirante milenar de Atenas.

Fomos de táxi até o ponto do teleférico. O taxista era um velho grande e grosseiro que quase atropelou uma semideficiente e ainda se achou no direito de xingá-la. Ele terá uma surpresa quando separar as notas do pagamento…

A entrada do teleférico é em uma rua sem saída em um dos bairros mais chiques de Atenas. A entrada é assim:

Entrada do teleférico

Entrada do teleférico

6 euros para cada um. Acho que fomos os primeiros, pq 2 das 3 partes estavam cheias de caixas de garrafas d’água, refrigerantes e césio-137. Tivemos de nos espremer para que coubessem duas senhoras octogenárias em nosso banco (que só cabiam 3). A bacia deslocada de uma facilitou tudo.

O Bisso e o Zico

O Bisso e o Zico

Bisso e Nondas

Bisso e Nondas

A subida é curta, tipo uns 80 metros. Fizemos 1 vídeo para mostrar como ele sobre. Ao mesmo tempo o outro desce. Isso ocorre a cada 30 minutos.

Sim, o maquinista se chama Rubinho. Daí a velocidade estonteante.

O Anakreon falava “Bísso, grava aí pq vc nào vai ver pora ninhúma disso lá no Brasil”

Sistema de roldanas a prova de erros

Sistema de roldanas a prova de erros

A vista dá de cima é excepcional! Dá para ver toda a cidade de Atenas, o mar e ainda tem uma igreja. Fizemos 2 vídeos para facilitar as explicações, mas antes uma foto tirada pelo Bísso:

Eu e o Epá no Lika'vitós

Eu e o Epá no Lika'vitós

Já que estou enrolando para postar o vídeo, vai outra foto:
Eá rezando em frente à Igreja

Epá rezando em frente à Igreja

Os vídeos dão uma visão geral de Atenas. Cada um pega uns 180 graus. Não esperem ver coisas da idade antiga. Só dá para ver a Acrópole e o templo de Zeus, o resto é de cidade moderna, que está crescendo assustadoramente para todos os lados:

Primeira parte

Segunda parte

Eu mostrei a universidade em zoom, pq mais pra frente eu vou colocar as fotos de lá.

Já a igreja é bem da idade média mesmo, bem ortodoxa, toda desenhada por dentro e cheia de imagens em quadros. Eu já engordei tanto que as meninas gregas me chamam de “Polí oréa”, que significa feio pra burro, segundo o seu Anakreon. Por causa disso, o tal do São Jorge me confundiu com algum bicho que ele conhece e pregou a lança em meu pescoço, canal de toda minha desgraça fisionômica:

São Jorge por favor me empresta o carrão

São Jorge por favor me empresta o carrão

Como toda boa igreja cristã, eles só se fiam no amor para conquistar a fé das pessoas. Na foto a seguir vemos alguns bêbados que não sabem o q fazer e estão subindo por uma escada que os leva ao esquecimento, então alguns cupidos tentam atrais os borrachos para serem levados aos beijos insaciáveis de uma moça que foi desenhada como um calango, que aqui na Grécia significa beleza, riqueza e gorgonzola:

A deusa do amor distribuindo beijos aos apaixoandos

Deusa do amor distribuindo beijos aos apaixonados

Saímos da igreja e fomos curtir os últimos minutos de passeio por lá, pq estava muito calor (37 graus). O Epá aproveitou e tirou essa foto minha. Percebam que em primeiro plano dá pra ver que ele está sob uma oliveira e que ela tem algumas azeitonas já. O moço cego de 132 anos que está sentado de óculos disse, em grego arcaico, que sob aquela oliveira Sócrates ensinou a arte do batismo a João Batista, e que ela (a oliveira) está viva até hoje.

Igreja de frente

Igreja de frente

O Epá estava em dúvida sobre o que fazer para proteger a careca, então tirou essa foto com cara de questionamento para vcs responderem a enquete:

Esperidião Amin

Esperidião Amin

Ele está preocupado. Disse que a cabeça dele parece uma entrada de motel, com uma entrada, uma saída e um balão (tufinho) no meio. Disse que a água do mar faz os cabelos caírem mais do que o normal. Portanto, votem e ajudem a preservar a mata atlântica.

Logo depois, removemos o escorpião do bolso e dispendemos 50 centavos de euro para dar uma olhada no binóculo. Na verdade só eu olhei, pq o Epá esqueceu de pedir e o tempo se esgotou. Fizemos um vídeo que mostra todo o meu deslumbramento:

Pronto, terminamos lá em cima. Descemos no teleférico e flagramos esses japas que não têm o q fazer e ficam filmando a subida do troço:

Japa trouxa

Japa trouxa

Descemos o resto pela escada para chegarmos à universidade. Tirei essa foto, pena que não focou certo lá em cima, que é a igreja de onde saímos:

Epá e a escadaria

Epá e a escadaria

  Segundo o Anakreon (Bísso, para os íntimos), este é o bairro mais chique de atenas. Flatos de rancor, aí seguimos.

Em frente ao parlamento, comemos uma comida tradicional aqui, a Tiropta, que é um folheado (ou seria folhado?) recheado com queijo de cabra dentro. Uma delícia!

Tiropta

Tiropta

É nosso prato oficial de café da manhã (e foi até o almoço de hoje) meu e do Epá.

Chegamos à universidade. Não é uma FS da vida, mas é até que legalzinha [/ironic mode off]. Para simplificar, uma só foto resume o prédio central e a entrada:

Universidade de Atenas

Universidade de Atenas

Muito legal, tudo de mármore tb. É uma cópia do q era o Parthenon. Essas estátuas em primeiro plano são de Sócrates e Platão. Não lembro qual é qual. Atrás são as estátuas de Atenas guerreira (havia mais de uma Atenas em termos de culto, uma da sabedoria com a coruja, outra da guerra com uma lança e por aí vai) na esquerda e de Apolo na direita (não vimos escrito, mas pela lira entendemos que seja ele).

Já o pórtico é encimado por essas esculturas dos deuses do Olimpo:

Deuses do Olimpo

Deuses do Olimpo

Nào sei quem é quem, mas reconheço o Poseidon pelos golfinhos, Zeus ao centro, claro, Atenas ao seu lado, Apolo com a lira. Mas é muito legal ver isso ao vivo, parece que eles vão se mexer (e entrar em gurra, claro).

Matando aula

Matando aula

Bom, vou terminar o post por aqui pq enchetatum mis bolatus.

Vamos aos esclarecimentos.

Grau de mentira: nesse post foi nível 0,2 tb.

Esse grau nada mais é que a medição da utilização daqueles recursos para azeitar melhor o texto. Se eu conheço um cara que tem uma irmã que saiu com uma amiga e ela ouviu que a praia está suja, eu digo “Uma colega minha disse que a praia está suja”. Mais simples, certo? Se usei muito disso em um post eu dou nível 1.

Já se eu inventei uma parada por completo, que não acrescentaria em nada o fácil andamento do conto, aí já sobe para o nível de 1 a 2.

Título do post: Bom, pra quem leu o post já ficou claro que Bisso é a forma Anakreôntica de dizer bicho. Ele criou toda uma nova língua onde “porcaria” é conjunção e “pôra ninhúma” é vírgula. Ou seja, 2 a 3 de cada um desses por frase. O dia que eu conseguir parar de rir quando ele fala isso eu vou descobrir novas invenções dele. Só sei que o grego dele é impecável, um taxista aqui pensou que fôssemos parentes distantes dele, pq não acreditou que ele mora há 55 anos no Brasil, por causa de como ele fala, até com a malandragem típica.

Saussure: Pati, eu não li Saussure, eu estou lendo um livro do Léo sobre cultura geral que explica toda essa teoria dos signos, a diferença de significante e significado e como esse avançar da linguística influenciou o pensamento ocidental moderno. Mas que fiquei encantado, isso fiquei. Vc deve ter bastante coisa dele, certo? Quando eu voltar eu quero ler.

Aliás, o cara do livro até citou uma frase que mostra, de forma bem grosseira  o problema que era antes de se diferenciar significante de significado: “O porco tem esse nome pq ele chafurda na lama e é imundo”. Muito legal, fico pensando quantas coisas dessas temos de aprender até alcançarmos a sabedoria plena, pq deve haver muito desse tipo de “janelas de vidro para moscas” que travam a evolução humana. Já Foucault o cara fala mais sobre a arbitrariedade e o machismo da criação das palavras e como isso gerou essa onda do politicamente correto atual.

Fofulete: Vc sabe ler?

Voltando ao livro, ontem li sobre Freud e a reviravolta que ele causou. O bom do livro é que ele contextualiza. Ele avança dizendo que Darwin nos transformou em primos dos macacos, Einstein disse que tudo é relativo, mesmo certezas milenares como o tempo, aí veio Freud e acabou com a nossa pouca moral que restou ao dizer que nossas “neuras” não são criadas por humores ou demônios, mas sim por complexos mecanismos de repressão e fuga gerados desde a infância inicial. Foda! Mas parei nessa página, então o resto fica pra depois

Pati e Mãe: C hegamos da praia só 8 da noite, ou 14h aí, então não deu para eu ligar para vcs. Mas continuo amando vcs!

Bjos a todos, vou finalizar com um prato que comemos de tira-gosto na praia hoje, lá pelas 18h, nos preparando para ir embora:

Polvo

Polvo

Ah, ainda teve a saideira:

Chopp de Heiniken

Chopp de Heiniken

Beijos a todos!

Anúncios

6 Comentários »

  1. Fala prá o Epá que essa votação está viciada. Votei pelo boné e só apareceu peruca. Eu e papi chegamos do teatro e lembrei de você. Foi um evento do Banco e trouxeram o Adamastor Pitaco e a Rosiclair. Lembra do teatro do riso? Rimos pacas.
    Eca, comer polvo…
    Uma das piadas foi: o Lula disse, depois da conversa com o Obama, que foi difícil se entenderem pois nenhum dos dois fala bem o português.
    Beijos, saudade e te amo.

    Comentário por Hil — junho 18, 2009 @ 2:32 am

    • Aproveitem bastante a praia! A foto do Anakreon ficou engraçada (essas sapatilhas, ninguém merece!!)…rs
      Beijos.
      Amo vc!

      Comentário por Pati — junho 18, 2009 @ 11:24 am

  2. Oi Drigo,

    Todo o meu desejo de ir à Grécia, desaparecendoi após a leitura dos teus registros. A nossa viagem está muito divertida.E de grátis. valeu!

    O TEKEFERIK, tem um sinmilar em Salvador (cmado de Plano Inlcinado), que lga a cidade baixa à alta. Tinha o fundo furado pela ferrugem, sem vidros, os bancos quebrados e cheirava a xixi.
    Dizem que foi reformado e não há mais o risco do infeliz passar pelo furo e cair nas pedras.
    Divirta-se, beijo.

    Tio henry

    Comentário por Henry — junho 18, 2009 @ 1:51 pm

  3. Acho que me atrapalhei com o espaço destinado
    ao texto. Vou apelar para o CtrlC/CtrlV.
    Quanto a careca e a crase, “…prefiro não
    comentar…” é como falar de corda em casa de enforcado.

    Comentário por Henry — junho 18, 2009 @ 1:59 pm

  4. É Drigo, acho que tá viciado sim. Eu votei para ele mudar de time, e nao apareceu…ehehehehhe.

    Abraco!

    Comentário por Duda — junho 18, 2009 @ 7:00 pm

  5. Drigo, continuamos adorando viajar pelo seu texto.
    Saussure,o pai da Linguistica Moderna, tem uma
    obra publicada, mas é meio chato (bastante chato)
    Eu tenho, acho que tá com a Lu.Se vc quiser se aventurar…
    Isabela perguntou por vc hoje, queria saber se
    vc estaria na festinha da escola. Beijão

    Comentário por Patricia — junho 18, 2009 @ 10:44 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: